De novo se engalanou, a nossa biblioteca, para mais um encontro no “Chá com Letras”, singelo, bonito, franco e culto como os demais. Continuaremos a guardar a memória das cores e da música, da dança e das palavras que vão moldando a paisagem humana neste espaço de sonhos, sem barreiras nem fronteiras.

Logo, logo, se alindará para um novo encontro. Até lá.

Go to top