moodle  Office 365  GIAE  youtube  youtube  youtube  facebook  instagram  20 aula digital  escola virtual

No dia 14 de junho, os alunos do 11ºA e 11ºB da Escola Secundária Adolfo Portela realizaram uma visita de estudo ao Geopark de Arouca e ao Museu das Trilobites.

Nesta viagem os alunos aprenderam acerca do fenómeno das Pedras Parideiras, património internacional único e de grande interesse geológico. Percorrendo a Serra da Freita visitaram diversos geossítios enquanto apreciavam e aprendiam sobre esses locais e sobre as paisagens xistosas e graníticas com a ajuda de duas guias. Aprendendo sobre o passado da região de Canelas, também tiveram a oportunidade de conhecer o Museu das Trilobites, animais já extintos, muito antigos que habitavam nos oceanos e agora os seus fósseis habitam o museu.

Os alunos e professores envolvidos aprenderam que as Pedras Parideiras são rochas graníticas com nódulos biotíticos que devido a fenómenos de crioclastia e termoclastia se soltam da rocha e no núcleo desses nódulos existe quartzo, feldspato e mica branca. Nas paisagens graníticas foi possível observar caos de blocos, marmitas de gigante e pias; foram a um miradouro observar a Frecha da Mizarela, (uma queda de água de 60 metros de altura no rio Caima).

No contacto litológico da Mizarela tiveram contacto com minerais característicos de rochas metamórficas a como a estaurolite. No Museu, experienciaram a visita a uma pedreira de exploração de ardósia, comum nos telhados das casas regionais, e ao falar com o proprietário do local, Sr. Manuel Valério, aprenderam que as Trilobites tinham um enorme predador, um cefalópode que poderia atingir os dois metros de comprimento.

Entre tantas experiências novas também houve tempo de lazer com um mergulho no rio Caima. Sem dúvida um dia bem passado que mais alunos iriam adorar experienciar.

Margarida Pinhão, 11ºB

Go to top