Comemorou-se, no dia 23 de novembro, o Dia da Floresta Autóctone, efeméride que visa promover a plantação de árvores que fazem parte da flora mediterrânica.

Na Escola Adolfo Portela, procedeu-se ao içar da Bandeira Verde que a ESAP recebeu no Concurso Eco-Escolas 2018, pelas suas boas práticas ambientais. Esta cerimónia contou com a presença de alunos e professores dinamizadores do projeto Eco-Escolas, do diretor da ESAP e da vereadora da Educação da Câmara Municipal de Águeda, Elsa Corga.

Para assinalar o dia, um conjunto de alunos do projeto Eco-EScolas procedeu, ainda, à sementeira de algumas bolotas, em vasos, que, espera-se, venham a ser futuros carvalhos a serem plantados nas nossas florestas.

A boa disposição e franca alegria, em simultâneo com muita cultura e, ainda, mais Leitura, marcaram presença em novo encontro no Chá com Letras de novembro.

Enquadrada que foi, como é hábito, a 1ª fase do CIL – Concurso Intermunicipal de Leitura – ficaram apurados para a 2ª fase, fase concelhia, os seguintes alunos: Duarte Amaral (7º D); João Brito (7º C) e Rodrigo Sobral (7º B).

Estão todos de parabéns, quer no que diz respeito às participações, quer às presenças. A leitura e a cultura saíram, sem sombra de dúvida, mais enriquecidas.
O Chá com Letras despede-se até ao dia 19 de janeiro, já do próximo ano civil. Até lá.

A Escola Secundária Adolfo Portela continua a oferecer, no presente ano letivo, a disciplina de Mandarim, como complemento curricular, diversificando a sua oferta educativa, numa parceria com a Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Adolfo Portela (APEDESAP).

As aulas começaram no início de novembro e estão a ser asseguradas pela docente Han Ying, nascida na cidade chinesa de Tian Jin, nos arredores de Pequim.

Estão, neste momento, a funcionar duas turmas: uma de continuação, constituída por alunos que iniciaram os seus estudos na língua chinesa no ano letivo transato, com cerca de quinze alunos; outra, de iniciação, essencialmente para alunos do ensino básico, com cerca de vinte alunos. São cerca de trinta e cinco alunos que se iniciam ou dão continuidade a esta aventura na aprendizagem de uma nova língua que será, com certeza, uma mais-valia para o futuro destes alunos.

No dia 30 de outubro os voluntários dos projetos Águeda Volunteering Land e VolunteersPoint 2.0 vieram à Escola Adolfo Portela e partilharam, na primeira pessoa, a sua experiência numa atividade de disseminação de oportunidades na área da juventude.

As turmas do 11ºA e 11ºF tiveram, assim, a oportunidade de os questionar e trocar impressões numa experiência única e multilingue em que todos ganham algo.

 

O No âmbito da comemoração do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, a nossa biblioteca levou a cabo a atividade designada “outubro na biblioteca”, com os objetivos específicos de reforçar o gosto pelo espaço físico da mesma e sua ambiência e incentivar o gosto pela leitura e leitura autónoma. Tendo como destinatários todos os alunos do sétimo ano de escolaridade envolveu, também, as respetivas professoras de Português.

O ambiente proporcionado gerou entusiasmo e muito boa disposição … ah, e boa leitura e conhecimento, também. A professora bibliotecária, Helena Pires, na qualidade de autora, ofereceu um exemplar do seu último livro a todos os alunos, intitulado “atejaefiquembe@ - livro 2, com ilustrações de César Pereira, o qual criou expetativa e mereceu atenção por parte de todos os presentes. E foi mais encontro na nossa biblioteca. 

Go to top