moodle Office 365 GIAE youtube facebook 20 aula digital escola virtual

Partindo da questão “Seremos todos iguais e livres?” decorreu, a 18 de janeiro, na Escola Adolfo Portela, uma sessão interativa em que os alunos da ESAP ficaram a conhecer a evolução do sistema de proteção dos Direitos Humanos, os seus instrumentos e principais instituições no plano universal e regional, com particular destaque para os sistemas europeu e português de proteção dos direitos humanos.

Esta conferência foi proferida por Daniela Nascimento, investigadora do Centro de Estudos Sociais e professora Auxiliar no Núcleo de Relações Internacionais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, no âmbito do projeto “O CES vai à escola” e teve como público-alvo as turmas do 11º ano (ensino regular).

 

O ciclo de conferências «Diálogos com cientistas» continuou na Escola Adolfo Portela com a segunda conferência, a 18 de janeiro, subordinada ao tema «Fenómenos Culturais», proferida pela professora Fátima Velez de Castro, professora e investigadora da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Esta conferência teve como público-alvo os alunos do 12ºE (Línguas e Humanidades) e resulta de uma parceria entre o Instituto de Educação e Cidadania (IEC) e a Escola Adolfo Portela (ESAP).

 

Realizou-se, no dia 14 de dezembro, no pavilhão gimnodesportivo da Escola Adolfo Portela, a primeira concentração de Futsal, na categoria de juvenis femininos, com a participação das seguintes escolas: Escola Secundária de Adolfo Portela (ESAP), Escola Secundária de Anadia (ESA), Escola Secundária de Oliveira do Bairro (ESOB) e Escola Secundária de Anadia (ESA).

Nos jogos realizados, a ESAP obteve os seguintes resultados: ESAP x ESOB: 3x4 e ESAP x ESA: 6x1. De realçar que o jogo com a ESOB se pautou por um grande equilíbrio, no qual a ESAP não conseguiu concretizar as inúmeras oportunidades de golo que criou demonstrando o bom trabalho que as alunas que tem vindo a realizar. Pelo esforço e dedicação demonstrados, todas as alunas estão de parabéns.

 

Pelo quarto ano consecutivo, a Escola Secundária Adolfo Portela (ESAP) vê a qualidade dos seus projetos reconhecida pelo concurso de ideias do projeto «Ciência na Escola», promovido pela Fundação Ilídio Pinho.

Nesta décima quinta edição, cujo tema é «A Ciência na Escola ao serviço do desenvolvimento e da humanização», a ESAP tem dois projetos aprovados para a fase de desenvolvimento, a saber, o «Sistema anti-inundações», dos alunos Daniel Silva e Francisco Martins, e «Cadeira de rodas para invisuais com dificuldades de locomoção», dos alunos Luís Conceição e Alexandre Sousa, coordenados pelo professor João Cera.

A cerimónia de entrega de prémios aos projetos selecionados para a segunda fase do concurso decorreu, na terça-feira, 16 de janeiro, no auditório do Conservatório de Música de Coimbra.

No dia 11 de janeiro, no âmbito do Projeto Educar para o Direito, realizaram-se duas sessões de esclarecimento que visaram a sensibilização e consciencialização dos alunos do 8º ano para as consequências penais de ilícitos que os jovens praticam. Os ilícitos em causa vão desde a violência no namoro ao roubo e furto, ao tráfico de droga, passando pela ofensa à integridade física qualificada e à difamação, através do ‘ciberbullying’.

As sessões de esclarecimento estiveram a cargo da advogada, Dra. Paula Varandas, autora do projeto, que conta com a certificação do Fórum Justiça Independente.

A realização destas sessões contou com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Águeda e da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Adolfo Portela.

 

Go to top