Realizou-se o corta-mato escolar, na Escola Adolfo Portela, no dia catorze de dezembro, que constituiu um momento de convívio através da prática de atividade física com os alunos fora do contexto de sala de aula.

O programa de atividades começou com uma aula de aeróbica, que serviu de aquecimento para as atividades seguintes, nomeadamente para a prova «Race of Joy» que consistiu em realizar uma volta à Escola a correr devagar, com o objetivo de todo o grupo chegar à meta.

Esta manhã desportiva culminou com as provas de corta-mato, envolvendo largo número de alunos.

No dia 12 de dezembro, teve lugar, no polivalente da Escola Adolfo Portela, o concurso «Mesas de Natal», uma iniciativa da área disciplinar de Educação Visual, para a comemoração da quadra natalícia.

Este concurso pretendeu organizar e desenvolver atividades cooperativas de aprendizagem, orientadas para a integração e troca de saberes, a tomada de consciência de si, dos outros e do meio e a realização de projetos intra ou extraescolares. Para além disso, pretendeu-se criar na escola espaços e tempos para que os alunos intervenham, livre e responsavelmente.

No concurso das Mesas de Natal, cada turma do 8º ano foi responsável pela organização de uma mesa, considerando a decoração alusiva à quadra, os pratos tradicionais (doces e salgados) e a ficha técnica, isto é, os pratos apresentados foram acompanhados de uma ficha onde constaram informações, como quem confecionou, região ou país de origem, ingredientes e a história familiar e/ou regional associada à confeção do prato.

Decorreu, na Escola Adolfo Portela, no dia 7 de dezembro, uma palestra subordinada ao tema «Células Estaminais: o que são? Onde estão no nosso corpo?», proferida por Patrícia Pitrez, investigadora do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra.

Esta conferência, realizada no âmbito da parceria que a ESAP tem com o Instituto de Educação e Cidadania, abordou aspetos e características das células estaminais, as oportunidades e desafios nesta área de estudo, e as aplicações atuais no campo da investigação e da saúde. As células são as unidades estruturais e funcionais dos organismos vivos. As células estaminais existem em vários locais do organismo adulto, como na medula óssea, na pele e no aparelho digestivo. Evidenciam-se pelo seu potencial em originarem diferentes tipos de células.

O Diretor da Escola Secundária Adolfo Portela (ESAP), professor Henrique Coelho, foi galardoado com o prémio «Judeu d’Ouro» 2018, atribuído pela Associação dos Naturais e dos Amigos de Águeda (ANATA), em reconhecimento dos seus vinte e dois anos de dedicação à gestão desta instituição de ensino aguedense e dos bons resultados alcançados anualmente nas avaliações externas.

Após oitos anos de o mesmo galardão ter sido atribuído à instituição a que preside (17 de dezembro de 2010), coube, agora, ao seu diretor ver reconhecido o mérito na administração e renovação da Escola Adolfo Portela.

Na gala da entrega dos prémios, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Águeda, estiveram presentes vários docentes da Escola Adolfo Portela que, assim, se quiseram associar a mais um momento alto da vida da nossa instituição de ensino.

Num momento muito descontraído, na nossa biblioteca, os alunos que passaram à 2ª fase do Concurso Intermunicipal de Leitura (CIL) receberam, das mãos do senhor diretor Henrique Coelho, a jeito de oferta, o livro escolhido para o 3º Ciclo, intitulado “A Rapariga que sabia ler”, de Frances Hardinge e que integra o Plano Nacional de Leitura LER+ .

A 2ª fase do CIL será realizada no dia 23 de fevereiro de 2019. Muitas e boas leituras. Até lá.

Aliar o desporto e a cultura ao conceito de inclusão foi o mote para, no passado dia 26 de novembro, quinze alunos da Escola Secundária Adolfo Portela se deslocarem a Aveiro e participarem no dia do desporto inclusivo promovido pela Federação Portuguesa de Desportos para Pessoas com Deficiência na Escola Secundária José Estêvão.

Entre as atividades realizadas contam-se os desportos adaptados de polybat, boccia, voleibol sentado, golfe para cegos e vela. Com a ajuda dos alunos do Curso Profissional de Desporto dessa escola, os nossos alunos participaram com grande entusiasmo em todas as atividades.

Da parte da tarde, houve ainda tempo para uma ida ao cinema onde assistiram ao filme «Grinch», ao mesmo tempo que degustavam umas deliciosas pipocas.

A boa disposição e franca alegria, em simultâneo com muita cultura e, ainda, mais Leitura, marcaram presença em novo encontro no Chá com Letras de novembro.

Enquadrada que foi, como é hábito, a 1ª fase do CIL – Concurso Intermunicipal de Leitura – ficaram apurados para a 2ª fase, fase concelhia, os seguintes alunos: Duarte Amaral (7º D); João Brito (7º C) e Rodrigo Sobral (7º B).

Estão todos de parabéns, quer no que diz respeito às participações, quer às presenças. A leitura e a cultura saíram, sem sombra de dúvida, mais enriquecidas.
O Chá com Letras despede-se até ao dia 19 de janeiro, já do próximo ano civil. Até lá.

Comemorou-se, no dia 23 de novembro, o Dia da Floresta Autóctone, efeméride que visa promover a plantação de árvores que fazem parte da flora mediterrânica.

Na Escola Adolfo Portela, procedeu-se ao içar da Bandeira Verde que a ESAP recebeu no Concurso Eco-Escolas 2018, pelas suas boas práticas ambientais. Esta cerimónia contou com a presença de alunos e professores dinamizadores do projeto Eco-Escolas, do diretor da ESAP e da vereadora da Educação da Câmara Municipal de Águeda, Elsa Corga.

Para assinalar o dia, um conjunto de alunos do projeto Eco-EScolas procedeu, ainda, à sementeira de algumas bolotas, em vasos, que, espera-se, venham a ser futuros carvalhos a serem plantados nas nossas florestas.

A Escola Secundária Adolfo Portela continua a oferecer, no presente ano letivo, a disciplina de Mandarim, como complemento curricular, diversificando a sua oferta educativa, numa parceria com a Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Adolfo Portela (APEDESAP).

As aulas começaram no início de novembro e estão a ser asseguradas pela docente Han Ying, nascida na cidade chinesa de Tian Jin, nos arredores de Pequim.

Estão, neste momento, a funcionar duas turmas: uma de continuação, constituída por alunos que iniciaram os seus estudos na língua chinesa no ano letivo transato, com cerca de quinze alunos; outra, de iniciação, essencialmente para alunos do ensino básico, com cerca de vinte alunos. São cerca de trinta e cinco alunos que se iniciam ou dão continuidade a esta aventura na aprendizagem de uma nova língua que será, com certeza, uma mais-valia para o futuro destes alunos.

Pág. 7 de 24

   
ERASMUS +   Selo Escola Saudável
Aceda à plataforma moodle para ter acesso aos recursos das diversas disciplinas.
PROGRAMA QUALIFICA
Mais Qualificação, Melhor emprego.
Aceda ao portal GIAE para adquirir online as senhas de refeição.
Go to top