moodle  Office 365  GIAE  youtube  youtube  youtube  facebook  instagram  20 aula digital  escola virtual

Realizou-se, na passada terça-feira, dia 16 de março de 2021, a Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens do Ensino Secundário, no âmbito da Edição 2019/2021, subordinada ao tema “Violência doméstica e no namoro: como garantir o respeito e a igualdade?”. Desta feita, e devido à atual situação pandémica e às restrições impostas, os trabalhos foram por videoconferência, através da plataforma Zoom.

Na sessão fizeram-se representar 25 escolas e um total de 50 deputados efetivos, uma vez que, dadas as condições de realização, não se contou com os deputados suplentes.

A nossa escola foi representada pelo 1º deputado efetivo, Miguel Moita Martins, e pela 2ª deputada efetiva, Marta Sofia Mira Marvão, ambos do 11º D, acompanhados pelas coordenadoras do programa na escola, as professoras Jorgelina Arede e Umbelina Loureiro.

O Círculo Eleitoral de Aveiro será representado na Sessão Nacional, que decorrerá na Assembleia da República nos dias 14 e 15 de junho, por deputados da Escola Básica e Secundária Dr. Serafim Leite- S. João da Madeira, da Escola Secundária Soares Basto- Oliveira de Azeméis, da Escola Secundária Coelho e Castro- Fiães, Santa Maria da Feira e da Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior- S. João da Madeira, tendo ficado como suplentes os deputados dos Agrupamentos de Escolas de Ílhavo e Dr. Mário Sacramento.

O tema proposto pelo Círculo de Aveiro à Comissão Parlamentar com competência na área da Educação, para debate na próxima edição, é “A Modernização do Sistema de Ensino Português”.

Desta vez ficamo-nos por aqui, não tendo os nossos jovens e, consequentemente, a nossa escola, sido eleitos para a Sessão Nacional, mas valeu a experiência, a participação e toda a preparação, num programa diferente pela força das circunstâncias e num processo alargado que nos deve deixar orgulhosos, durante o qual os nossos alunos demonstraram espírito cívico, intervenções bastante assertivas, assim como um empenho evidente e capacidade de comunicação e de respeito pelas regras democráticas.

A todos aqueles que, de uma forma ou de outra, participaram em todo este projeto os nossos parabéns, pois este é, provavelmente, o primeiro passo para uma intervenção ativa, empenhada e democrática na vida do meio que nos envolve e do nosso país.

Go to top