moodle Office 365 GIAE youtube facebook 20 aula digital escola virtual

O Diretor da Escola Secundária Adolfo Portela (ESAP), professor Henrique Coelho, foi galardoado com o prémio «Judeu d’Ouro» 2018, atribuído pela Associação dos Naturais e dos Amigos de Águeda (ANATA), em reconhecimento dos seus vinte e dois anos de dedicação à gestão desta instituição de ensino aguedense e dos bons resultados alcançados anualmente nas avaliações externas.

Após oitos anos de o mesmo galardão ter sido atribuído à instituição a que preside (17 de dezembro de 2010), coube, agora, ao seu diretor ver reconhecido o mérito na administração e renovação da Escola Adolfo Portela.

Na gala da entrega dos prémios, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Águeda, estiveram presentes vários docentes da Escola Adolfo Portela que, assim, se quiseram associar a mais um momento alto da vida da nossa instituição de ensino.

Num momento muito descontraído, na nossa biblioteca, os alunos que passaram à 2ª fase do Concurso Intermunicipal de Leitura (CIL) receberam, das mãos do senhor diretor Henrique Coelho, a jeito de oferta, o livro escolhido para o 3º Ciclo, intitulado “A Rapariga que sabia ler”, de Frances Hardinge e que integra o Plano Nacional de Leitura LER+ .

A 2ª fase do CIL será realizada no dia 23 de fevereiro de 2019. Muitas e boas leituras. Até lá.

Aliar o desporto e a cultura ao conceito de inclusão foi o mote para, no passado dia 26 de novembro, quinze alunos da Escola Secundária Adolfo Portela se deslocarem a Aveiro e participarem no dia do desporto inclusivo promovido pela Federação Portuguesa de Desportos para Pessoas com Deficiência na Escola Secundária José Estêvão.

Entre as atividades realizadas contam-se os desportos adaptados de polybat, boccia, voleibol sentado, golfe para cegos e vela. Com a ajuda dos alunos do Curso Profissional de Desporto dessa escola, os nossos alunos participaram com grande entusiasmo em todas as atividades.

Da parte da tarde, houve ainda tempo para uma ida ao cinema onde assistiram ao filme «Grinch», ao mesmo tempo que degustavam umas deliciosas pipocas.

Comemorou-se, no dia 23 de novembro, o Dia da Floresta Autóctone, efeméride que visa promover a plantação de árvores que fazem parte da flora mediterrânica.

Na Escola Adolfo Portela, procedeu-se ao içar da Bandeira Verde que a ESAP recebeu no Concurso Eco-Escolas 2018, pelas suas boas práticas ambientais. Esta cerimónia contou com a presença de alunos e professores dinamizadores do projeto Eco-Escolas, do diretor da ESAP e da vereadora da Educação da Câmara Municipal de Águeda, Elsa Corga.

Para assinalar o dia, um conjunto de alunos do projeto Eco-EScolas procedeu, ainda, à sementeira de algumas bolotas, em vasos, que, espera-se, venham a ser futuros carvalhos a serem plantados nas nossas florestas.

A boa disposição e franca alegria, em simultâneo com muita cultura e, ainda, mais Leitura, marcaram presença em novo encontro no Chá com Letras de novembro.

Enquadrada que foi, como é hábito, a 1ª fase do CIL – Concurso Intermunicipal de Leitura – ficaram apurados para a 2ª fase, fase concelhia, os seguintes alunos: Duarte Amaral (7º D); João Brito (7º C) e Rodrigo Sobral (7º B).

Estão todos de parabéns, quer no que diz respeito às participações, quer às presenças. A leitura e a cultura saíram, sem sombra de dúvida, mais enriquecidas.
O Chá com Letras despede-se até ao dia 19 de janeiro, já do próximo ano civil. Até lá.

Go to top