A equipa Icarus do Clube de Automação e Robótica da Escola Secundária Adolfo Portela (ESAP) foi selecionada para a final nacional do concurso CanSat  Portugal 2017, que se realizará entre os dias 4 e 7 de Maio na ilha de Santa Maria (Açores).

Recorde-se que esta é já a terceira participação da ESAP numa final nacional desta competição, que, nos dois últimos anos, decorreu no aeródromo da Praia de Santa Cruz (Torres Vedras), obtendo uma menção honrosa, em 2015, e o segundo lugar da competição, em 2016.

A equipa Icarus, formada pelos alunos do ensino secundário, Alexandre Afonso, André Breda, Beatriz Vitória, Bernardo Rodrigues, Filipe Almeida, Inês Lopes, é coordenada pelo professor João Cera, contando com a colaboração especial das investigadoras da Universidade de Aveiro (UA), Sandra Viera e Tânia Caetano, graças a uma parceria celebrada entre a ESAP e aquela instituição de ensino superior.

Depois de terem ficado nos primeiro e segundo lugares na fase escola do Mega Sprinter (Salto em Comprimento, 40m em Velocidade, Lançamento do Peso e Quilómetro), que lhes permitiu o apuramento para a fase regional, 16 alunos da nossa escola deslocaram-se a Vagos, no dia 24 de fevereiro, e fizeram um brilharete, estando todos de Parabéns!

A destacar o primeiro lugar alcançado pelo aluno Ricardo Martins do 7ºE, nas modalidades do Salto em Comprimento e também em Velocidade, pelo que trouxe duas medalhas de “ouro” e vai assim disputar a fase nacional em Elvas. Quem também trouxe uma medalha foi o aluno José Almeida, do 7ºD, que ficou em terceiro lugar na final dos 40 metros em Velocidade. Mais uma festa do Desporto Escolar em que a ESAP participou de forma bastante meritória!

Mais um tema, mais um conjunto de trabalhos estão patentes, no polivalente da Escola Secundária Adolfo Portela, realizados no âmbito da disciplina de Educação Visual, cujo tema é «Carnaval de Veneza by ESAP»

O objetivo geral dos trabalhos realizados pelos alunos do oitavo ano de escolaridade é “dominar tipologias de representação bi e tridimensional” e, como objetivos específicos, “desenvolver ações orientadas para a representação bidimensional da forma, da dimensão e da posição dos objetos / imagem” e “desenvolver capacidades de representação gráfica que reproduzem a complexidade morfológica e estrutural do objeto”.

A exposição está patente nas semanas de 20 de fevereiro a 3 de março e proporciona-nos o contacto com criativas máscaras de carnaval.

Realizou-se, no dia 20 de fevereiro, a primeira concentração de Ténis, no âmbito do desporto escolar. 

Este torneio decorreu no Clube de Ténis de Águeda que, como tem sido habitual, acolheu este evento. Contou com a presença de quinze alunos da Escola Secundária Adolfo Portela (ESAP), cinco do Agrupamento de Escolas da Mealhada, doze da Escola Básica 2,3 Valongo do Vouga e catorze da Escola Básica e Secundária de Anadia. 

Numa tarde que mais parecia primaveril, em que o sol brilhou durante todo o evento, assistiu-se a mais um bom momento de promoção desta modalidade, sendo de referir o excelente desempenho e determinação de todos os participantes.

Decorreu, no dia 9 de fevereiro, no auditório da Escola Adolfo Portela, uma conferência subordinada ao tema “Um caso de estudo de Paleopatologia”, proferida por Ricardo Gomes da Universidade de Concepción (Chile).

Nesta conferência, foi apresentado um caso particular de Paleopatologia humana, área de investigação que, atualmente, é considerada uma subdisciplina da Antropologia Biológica, que investiga evidências primárias, com ossos, e evidências secundárias, como representações iconográficas.

Refira-se que a Paleopatologia é, segundo a sua etimologia, o estudo (logos) das doenças (pathos) do passado (paleo), sendo que este vocábulo surgiu, pela primeira vez, em 1893, no título de uma publicação de R.W. Schufeldt.

Go to top