No passado dia 17 de novembro, esteve na nossa escola o paleontólogo Simão Mateus, coordenador científico do Dino Parque Lourinhã. Com uma vasta experiência em paleontologia e museologia, é autor de vários artigos científicos, bem como de várias obras como “Dinossauros de Portugal & Friends”, “Dinossauros da Lourinhã e Paleontologia para Principiantes” e foi ‘free-lancer’ em ilustração científica e artdesign.

Simão Mateus explicou aos alunos do 11º ano de ciências e tecnologias um pouco da vida destes gigantes do passado e o porquê da Lourinhã ser denominada a ‘Capital dos Dinossauros”. Na verdade, foi lá que os paleontólogos descobriram fósseis pertencentes a várias espécies e o maior ninho dos dinossauros com os mais antigos embriões até então encontrados. Por estes achados, a Lourinhã está na rota mundial da paleontologia.

O Dino Parque da Lourinhã vai ser o maior museu ao ar livre em Portugal e um dos maiores parques temáticos de dinossauros da Europa. Possui uma centena de modelos de dinossauros em tamanho real e abre ao público em fevereiro de 2018.

Realizou-se, na Escola Adolfo Portela (ESAP), a 13 de novembro, o “Roadshow do empreendedorismo”, projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), em colaboração com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), a Associação Empresarial de Águeda (AEA) e da instituição de ensino anfitriã (ESAP).

Nuno Gaspar, representante da área de Empreendedorismo da ANJE, procedeu à apresentação da associação que representa, abordando o que é inovar e empreender, dando algumas ‘dicas’ para ter boas ideias, nomeadamente o que fazer enquanto se está desempregado e, ainda, como ser empreendedor na procura de um emprego. Depois, Cristina Farias e Luís Basílio, representantes do IEFP, apresentaram o programa de apoio ao empreendedorismo jovem (Investe Jovem), e o programa de integração no mercado de emprego (Estágios Profissionais). Finalmente, Miguel Coelho, ‘Managing’ Director da empresa ‘Almas Design’ e secretário-geral da Associação Empresarial de Águeda partilhou o seu testemunho como empresário com os jovens da plateia, referindo como ‘nasce’ um Empresário, quais os apoios e dificuldades na criação de uma Empresa, e qual a importância de ser Inovador e Empreendedor.

No dia oito de novembro, comemorou-se o dia Europeu da Alimentação e Cozinha Saudáveis. Esta data, criada pela Comissão Europeia, tem como objetivo encorajar a população a optar por hábitos mais saudáveis. A evolução tecnológica e as alterações dos estilos de vida levaram a novos hábitos alimentares e de consumo que afetaram em larga escala a saúde pública. É, por isso, essencial aprender a escolher os alimentos adequados e a comer de forma saudável. Afinal de contas, somos o que comemos.

Neste contexto, a equipa do PES em colaboração com a Nutricionista Cecília Soares, Enfermeiro Rui Branco, Enfermeira Conceição Coimbra do Centro de Saúde de Águeda e os alunos do Curso Auxiliar de Saúde elaboraram ementas alusivas a possíveis lanches saudáveis. Após a sua elaboração na cantina escolar, foram sujeitos à votação por alunos, funcionários e professores. Segundo o júri foi difícil votar dada a qualidade e sabor dos mesmos. Após uma renhida votação ficaram empatados dois lanches: a sandes Tiana e o Sweet Mix.

Como Hipócrates, o pai da medicina, defendia - “Que a comida seja teu alimento e o alimento a tua Medicina”, também nós acreditamos que, a partir deste dia, os alunos terão mais responsabilidade na escolha dos alimentos mais saudáveis e, desse modo, poderão prevenir futuras doenças.

Terminaram em beleza os oito encontros correspondentes a todas as turmas do sétimo ano que, individualmente, marcaram presença na nossa BEESAP, como resposta ao desafio da atividade intitulada «outubro na biblioteca», no âmbito do Mês Internacional da Biblioteca Escolar.

Imperaram a alegria e a boa disposição, a recetividade e a participação perante a dinâmica proposta, às quais se alia um comportamento ótimo, pelo que estão todos de parabéns.

A Escola Secundária Adolfo Portela foi galardoada, pelo nono ano consecutivo, com a bandeira verde do Concurso Eco-Escolas 2017, pelas suas boas práticas ambientais, no 27 de setembro, numa cerimónia a nível nacional que decorreu em Mafra. A ESAP continuou a associar-se a esta iniciativa dinamizando um conjunto de atividades que envolveram a comunidade escolar, com destaque para aqueles que mais de perto participam nas atividades promovidas pelo projeto Eco-Escolas.

Assim, procedeu-se ao hastear da Bandeira Verde, no dia 07 de novembro, com a presença do diretor, de alunos e professores da ESAP, bem como do vice-presidente da CMA e da vereadora da Educação. O Eco-Escolas é um programa internacional que pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental. Fornece fundamentalmente metodologia, formação, materiais pedagógicos, apoio e enquadramento ao trabalho desenvolvido pela escola.

Go to top